Nó Cego e Bengala de Cego

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Enlouquecer.


O que leva um homem a loucura
Não, eu não estou falando de mulheres
Falo no sentido puro de enlouquecer
Por um ideal, por alguma paixão,pelo poder
Ou mesmo por uma doença a demência
O enlouquecimento pode não ser visível
Ele é silencioso, chega bem de mansinho
É como uma sensação ou um mal estar
Você pode não saber que o está vivendo
Sórdidos detalhes começam a aparecer
Quando talvez você comece a perceber
De uma maneira plácida e singela
Que talvez sua mente esteja em decadência
As coisas ficam meio que fora do seu lugar
Pessoas não são mais significativas em sua vida
Você perde o domínio do que é certo ou errado
Não reconhece mais os seus entes, nem seu canto
O tico e o teco não estão coordenados
Tudo está descontrolado, as emoções
As decepções, as risadas, as lágrimas
A falta de emoção, ou o seu exagero
Como tudo o que é demais faz mal
Quem sabe você possa parar e analisar
Quando se sentir assim meio entorpecido
Procure tirar um descanso, ou procurar um amigo
Que possa te ajudar, ou mesmo te revelar
O que há de errado contigo
Quem sabe ele possa te ajudar, ou mesmo
tentar reparar de alguma forma o seu descontrole
Pense, quem sabe seja melhor se isolar para não contaminar
Sim, além de sua loucura você pode contaminar outros
Não que ela seja transmissível, ela somente agrega
Agrega, solidariedade, compaixão, união, amor
Mas, eu disse mas, também pode te trazer solidão
E muita, muita desilusão, descobre que alguns amigos
Na hora da solidão, são os primeiros a cair fora
Descobre que todos tem os seus problemas
E ninguém tem tempo para perder com um louco
E a cada dia perceberá que estará mais sozinho
Mas as pessoas estarão lá ao seu redor
É que você na sua imensa loucura não mais os enxergará

livefyre

JOGUINHO DAS BOLINHAS

Para se cadastrar no shoutbox

Esta é a URL no seu shoutbox:
http://NoeBengala.freeshoutbox.net/
Dar este endereço para seus amigos e começar a conversar

Shoutbox